SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   Mobilidade: veja as propostas dos candidatos de São Paulo

Mobilidade: veja as propostas dos candidatos de São Paulo


Fonte: Destak Jornal (5 de outubro de 2018 )

Estado mais populoso do Brasil, São Paulo tem um deficit de infraestrutura voltada ao transporte. Com histórico de governos que privilegiaram a construção de rodovias, os paulistas acabam enfrentando trânsitos de horas, seja para ir ao trabalho, diariamente, ou para viajar nos feriados.

 

As grandes cidades e as regiões metropolitanas carecem de trens e metrô, os pedágios tem preços maiores do que a média nacional e a utilização de hidrovias ainda parece um sonho distante. Nesse sentido, os candidatos ao governo do Estado criaram planos de governo para demonstrar suas prioridades no tema.

Conheça abaixo as propostas de cada candidato para a geração de emprego no Estado de São Paulo:

 

João Doria (PSDB)
O tucano propõe a adoção do modelo de parcerias, seja sob a modalidade de concessão comum ou PPP, tanto para a implantação, como para os serviços de operação e manutenção. Segundo o programa de governo de Doria, a iniciativa privada “da maior eficiência, rapidez e qualidade”.

 

Lilian Miranda (PCO)
A candidata não cita nenhum programa específico, mas diz que a classe operária e os explorados da cidade e do campo “podem e devem se apoderar das alavancas do poder estatal para colocar em prática um programa que sirva aos seus interesses contra a burguesia”.

 

Luiz Marinho (PT)
Marinho diz que irá retomar a ideia original dos governos do PT de transporte único integrado, recriando em novas bases o Bilhete Único Mensal válido para todos os modais que rodam na Grande São Paulo e nas demais regiões metropolitanas (como na Baixada Santista, que possui VLT). Também afirma que irá priorizar a obra do trecho norte do Ferroanel da Grande São Paulo.

 

Major Costa e Silva (DC)
“Você tem hoje uma preocupação muito grande com a região metropolitana de São Paulo, com relação ao metrô, integração de trens. Mas o trabalho é desenvolvido em uma velocidade muito menor do que o crescimento da demanda. Não se pensa em uma frente”, disse o candidato em entrevista ao Destak. COsta e Silva ainda criticou a “indústria da multa” e, especificamente, o Detran.

 

Marcelo Cândido (PDT)
O pleiteante do PDT diz que irá trabalhar para a criação do sistema hidroviário paulista e para revisão e ampliação do sistema ferroviário.

 

Márcio França (PSB)
A atual governador promete integrar o transporte metropolitano e as políticas setoriais de emprego, habitação, logística, planejamento e gestão do uso do solo, além de construir uma rede de transporte combinando modais. Em relação a tecnologia, afirma que irá estimular o uso de novas tecnologias de inteligência artificial e big data na melhoria dos serviços de transporte e no atendimento aos cidadãos.

 

Paulo Skaf (MDB)
O candidato do MDB declarou que vai promover a concessão de novos lotes rodoviários ao redor do Estado, com exigência de investimentos. Também disse que vai implantar o primeiro trecho do trem intercidades, interligando as cidades da Região Metropolitana de Campinas e São Paulo.

 

Professora Lisete (PSOL)
A candidata promete diminuir os custos dos transportes “combatendo pedágios e reduzindo tarifas em direção à tarifa zero”. Segundo o plano de governo, o PSOL irá expandir a malha dos transportes sobre trilhos e ampliar as linhas de ônibus intermunicipais com a criação do Bilhete Único Estadual. “Tudo isso mediado pela captação de recursos oriundos de mudanças tributárias regressivas, com alíquotas progressivas e cobranças de grandes empresas devedoras”, diz o texto.

 

Rodrigo Tavares (PRTB)
Rodrigo Tavares diz que irá concluir o trecho leste do rodoanel que vai ligar o aeroporto de Guarulhos ao porto de Santos. Em um eventual mandato, também criará convênio com os municípios para ampliação da malha cicloviária e implantação da mesma em “locais apropriados”. Promete ainda a remodelação do Porto de Santos.

 

Rogério Chequer (NOVO)
Criação da Autoridade de Transportes Metropolitanos visando a integração e expansão coordenada dos diversos modais de transporte nas áreas metropolitanas do estado. Chequer também fala sobre um novo plano de logística de SP para movimentação de cargas e passageiros desenvolvendo e otimizando os modais ferroviário, rodoviário e hidroviário.

 

Toninho Ferreira (PSTU)
Toninho afirma que irá suspender todas as privatizações, inclusive a do Metrô, e criar um plano de obras públicas sob o controle dos trabalhadores, que gere empregos.

 

O Plano de Governo do professor Cláudio Fernando (PMN) não foi divulgado no site do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e a reportagem não conseguiu contato com o candidato.

 


Mais lidas


    A desestatização do Porto de Santos deve ser concluída até o fim de 2022, de acordo com o secretário nacional de Portos e Transportes Aquaviários no Ministério da Infraestrutura, Diogo Piloni, durante o III Congresso de Direito Marítimo e Portuário. De acordo com ele, a consulta pública deve ser aberta até o fim […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais