SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Mercado   /   Importadores pagam prêmio pela qualidade do arroz brasileiro

Importadores pagam prêmio pela qualidade do arroz brasileiro


Fonte: Valor (2 de outubro de 2018 )

A qualidade do arroz brasileiro começou a ser reconhecida depois de sete anos do início das exportações do cereal em casca, informou na semana passada o Valor PRO, serviço de informações em tempo real do Valor, em agosto e setembro, compradores da América Central pagaram prêmio de US$ 15 por tonelada em relação ao arroz produzido nos Estados Unidos, maior competidor brasileiro na região. A tonelada é vendida, em média, a US$ 200.

 

Segundo o presidente da Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz), Henrique Dornelles, o mercado consumidor percebeu a qualidade do arroz nacional depois de um trabalho intenso das tradings, da própria Federarroz e do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga). “Os EUA nos vencem em produtividade e volume de vendas, mas pecam por um arroz inferior”, diz.

 

O Brasil exportou 1,09 milhão de toneladas de janeiro a agosto de 2018, 300 mil a mais que no mesmo período de 2017. Até o fim do ano, Dornelles espera que os embarques alcancem 1,7 milhão de toneladas, volume 20% superior ao no ano passado. Os EUA, por sua vez, exportam entre 8 milhões e 9 milhões por ano. “Com a hegemonia econômica e política que possuem, acessam outros mercados como a Ásia e o Oriente Médio. O Brasil vende apenas para América do Sul e África”.

 

Dornelles reconhece que o câmbio tem contribuído para o avanço das vendas. Com a alta do dólar ante o real e outras divisas, o produto brasileiro fica mais barato que o americano na conversão para as moedas dos países consumidores.

 

Os maiores compradores do arroz em casca nacional são Venezuela, Senegal, Cuba, Serra Leoa e Peru, sendo que os dois países africanos compram o cereal quebrado, de qualidade inferior.


Mais lidas


View this post on Instagram #Repost @brasilexport Presidente do #SOPESP fala sobre Sudeste Export; garanta já a sua inscrição “Participamos do Sudeste Export pela conectividade dos assuntos estratégicos do setor portuário, envolvendo todos os atores que movimentam os principais portos do país. Tendências tecnológicas, ambientais, legais e previsibilidade de fluxos logísticos são temas cruciais para […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

  O município de Balneário Barra do Sul, no litoral norte de Santa Catarina, poderá ganhar um empreendimento portuário vinculado a um complexo empresarial e de serviços. O empreendimento projetado – por ora é só isso, uma intenção – é denominado “Super porto BBS”. Dizem os investidores potenciais que o negócio poderá ocupar área de […]

Leia Mais