SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   Ferrovia Centro-Atlântica aumenta em 60% volume de produtos movimentados

Ferrovia Centro-Atlântica aumenta em 60% volume de produtos movimentados


Fonte: A Tribuna (27 de setembro de 2018 )

A Ferrovia Centro-Atlântica (FCA), que constitui o principal eixo de integração entre as regiões Sudeste, Nordeste e Centro-oeste, operada pela VLI, aumentou entre 2010 e 2017 em mais de 60% o volume de produtos movimentados pela ferrovia.

 

Segundo a VLI, no período, mais de 350 locomotivas e cerca de nove mil vagões foram colocadas para rodar na malha ferroviária, que recebeu um investimento de quase R$ 5 bilhões.

 

A ferrovia, que passa por Minas Gerais, Bahia, São Paulo, Goiás, Distrito Federal e Rio de Janeiro, movimentou cerca de 35 milhões de toneladas de soja, milho, açúcar, minério de ferro, produtos siderúrgicos, entre outros produtos. Em 2010, o volume foi de 21 milhões de toneladas.

 

“Uma das linhas de frente do nosso plano de investimentos, concluído este ano e orçado em R$ 9 bilhões, foi aumentar a capacidade da ferrovia. Adicionamos ativos modernos, mais econômicos e sustentáveis. Além disso, a modernização da frota impacta em uma cadeia de fornecedores no país”, ressalta Gustavo Serrão, diretor de Operações Ferroviárias da VLI.


Mais lidas


Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

  O município de Balneário Barra do Sul, no litoral norte de Santa Catarina, poderá ganhar um empreendimento portuário vinculado a um complexo empresarial e de serviços. O empreendimento projetado – por ora é só isso, uma intenção – é denominado “Super porto BBS”. Dizem os investidores potenciais que o negócio poderá ocupar área de […]

Leia Mais