SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Todos   /   Conheça o Porto: Critérios para a criação de um complexo marítimo

Conheça o Porto: Critérios para a criação de um complexo marítimo


Fonte: A Tribuna (27 de agosto de 2018 )

A implantação de um porto em um rio ou um trecho da costa não ocorre por acaso. É necessário que essa região apresente algumas características essenciais para sua operação. Esses critérios são o destaque desta edição da coluna Conheça o Porto.

 

Segundo especialistas e pesquisadores, há pelo menos cinco condições essenciais para a criação de um complexo portuário. Inicialmente, um porto é um local de abrigo dos ventos, das ondas e de correntes marítimas para navios. Ou seja, é onde essas embarcações podem permanecer (atracar) para embarcar ou desembarcar suas cargas de forma tranquila, sem grandes riscos de acidentes tanto com as mercadorias, quando forem movimentadas, como com a própria embarcação. Em Santos, o o canal do estuário, com seu desenho e localização, acaba protegendo os cargueiros de ventos e ondas.

 

Outro critério é que haja um acesso aquaviário profundo o suficiente para o atendimento dos navios previstos. No cais santista, a manutenção dessa profundidade depende da realização de um constante serviço de dragagem, necessário para compensar o assoreamento local.

 

O porto também deve contar com uma retroárea, para a armazenagem de cargas. E ainda deve contar com acessos que garantam a chegada e a saída dessas mercadorias. Essas ligações tanto podem ser rodoviárias, como ferroviárias, dutoviárias, hidroviárias (por barcaças) e aeroviárias. As cargas de Santos são trazidas ou levadas de seus terminais pelas estradas do Sistema Anchieta-Imigrantes, pelas linhas ferroviárias das concessionárias ALL e MRS e por duto vias.

 

Por fim, a criação de um porto depende da existência de um mercado consumidor próximo (como destino das cargas) ou de uma zona produtora agrícola ou industrial, locais a serem atendidos pelas atividades portuárias.


Mais lidas


    A desestatização do Porto de Santos deve ser concluída até o fim de 2022, de acordo com o secretário nacional de Portos e Transportes Aquaviários no Ministério da Infraestrutura, Diogo Piloni, durante o III Congresso de Direito Marítimo e Portuário. De acordo com ele, a consulta pública deve ser aberta até o fim […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais