SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Mercado   /   Porto de Imbituba cresce 14% no primeiro semestre e fecha junho com movimentação histórica

Porto de Imbituba cresce 14% no primeiro semestre e fecha junho com movimentação histórica


Fonte: Portos e Navios (6 de julho de 2018 )

O Porto de Imbituba fechou o primeiro semestre com a maior movimentação mensal de sua história, alcançando 554 mil toneladas em junho. Com este resultado, o porto já apresenta crescimento acumulado de 14% nos seis primeiros meses de 2018, comparado ao mesmo período de 2017. O recorde anterior é de março de 2016, ano em que o porto registrou a maior movimentação desde o início de suas operações.

 

Quanto à representatividade das cargas, destaque para a movimentação de contêineres, que registrou aumento de aproximadamente 90% no período, principalmente pelo bom desempenho da Linha Ásia, que passou a escalar o porto em setembro de 2017. Ênfase também para a importação de sal (+ 79%) e o coque não calcinado – derivado de petróleo (+ 27%), além da exportação de bois vivos para a Turquia e do primeiro embarque do arroz em casca (produção regional) por um porto catarinense, realizada em maio para a Venezuela. As operações de longo curso (exportação e importação) cresceram juntas 12%. Também a navegação de cabotagem, apenas entre os portos brasileiros, subiu 15%.

 

Para Osny Souza Filho, diretor-presidente da SCPar Porto de Imbituba, autoridade portuária, os excelentes resultados que têm sido alcançados refletem a crescente qualificação da infraestrutura portuária e a retomada do desenvolvimento econômico da região. “Esse esforço empregado pela administração, em conjunto com o governo do Estado de Santa Catarina, e com a parceria de toda a comunidade portuária, demonstra ao mercado, dia a dia, que o Porto de Imbituba está preparado para atender seus clientes e inseri-los na rota comercial dos grandes negócios com agilidade e qualidade”, completa Osny.

 

Com a expectativa de manter o bom volume mensal de cargas, o Porto de Imbituba espera fechar 2018 com recorde histórico de movimentação, alcançando aproximadamente cinco milhões de toneladas e registrando um crescimento de cerca de 10% em relação a 2017.


Mais lidas


  Na última sexta-feira (08) o Sindicato dos Operadores Portuários do Estado de São Paulo (SOPESP) recebeu, na sua sede, o Secretário Nacional de Portos e Transportes Aquaviários do Ministério da Infraestrutura (MInfra), Mario Povia.   Essa foi à primeira visita do secretário a entidade desde que assumiu a pasta, em maio deste ano, e […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais