SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Operações   /   Justiça nega pedido do Ogmo de impor intervalo de 11 horas no Porto de Santos

Justiça nega pedido do Ogmo de impor intervalo de 11 horas no Porto de Santos


Fonte: G1 (22 de junho de 2018 )

Tribunal Regional do Trabalho (TRT-SP) negou o pedido do Orgão Gestor de Mão de Obra de Santos (Ogmo-Santos) de impor o intervalo de 11 horas entre as jornadas de trabalho dos estivadores no Porto de Santos, no litoral de São Paulo.

 

O Ogmo recorreu ao TRT junto com o sindicato patronal dos operadores portuários (Sopesp) após o Sindicato ter ganho o caso na 6ª vara da Justiça do Trabalho de Santos. A decisão judicial do foi publicada na semana passada. O colegiado de 11 magistrados deu razão ao Sindicato dos Estivadores.

 

De acordo com a decisão, o TRT entendeu que não houve violação do direito, na medida em que foi comprovada a existência de normas coletivas que amparam a possibilidade de prestação de serviços em observância ao intervalo entre jornadas de 11 horas. A decisão foi tomada com base na Lei nº9.719/98, art. 8º.

 

Em nota, o OGMO Santos informou que a decisão do TRT ainda não é definitiva. Recursos são cabíveis e poderá haver decisão favorável que permita ao OGMO cumprir a legislação vigente.


Mais lidas


  Na última sexta-feira (08) o Sindicato dos Operadores Portuários do Estado de São Paulo (SOPESP) recebeu, na sua sede, o Secretário Nacional de Portos e Transportes Aquaviários do Ministério da Infraestrutura (MInfra), Mario Povia.   Essa foi à primeira visita do secretário a entidade desde que assumiu a pasta, em maio deste ano, e […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais