SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Mercado   /   Porto de Santos mantém liderança em ranking com 25 milhões de t movimentadas no 1º trimestre

Porto de Santos mantém liderança em ranking com 25 milhões de t movimentadas no 1º trimestre


Fonte: G1 (12 de junho de 2018 )

O Porto de Santos, no litoral de São Paulo, manteve a liderança no ranking de cargas movimentadas no país, segundo dados divulgados pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq). Somente no primeiro trimestre de 2018, foram movimentadas 25,1 milhões de toneladas de cargas brutas, um crescimento de 9,3% em relação ao mesmo período do ano passado.

 

Segundo o Boletim Informativo Aquaviário do 1º Trimestre de 2018, produzido pela Gerência de Estatística e Avaliação de Desempenho da Antaq e divulgado na última quinta-feira (7), os portos organizados e terminais de uso privado (TUP) do país movimentaram 249,2 milhões de toneladas no período. O resultado representa queda de 0,5% (1,2 milhão de toneladas) em relação ao primeiro trimestre de 2017.

 

Considerando apenas a movimentação dos terminais privados, houve queda de 2,3%, em comparação a igual período do ano passado. Já nos portos públicos, houve crescimento de 3,2%. Entre os portos organizados que apresentaram crescimento na movimentação de cargas no período estão os de Paranaguá, com 13,8%, Santos (9,3%), Santarém (31,4%) e São Francisco do Sul (3,9%). Já entre os portos que apresentaram queda estão os de Itaguaí, e o de Vila do Conde.

 

Mercadorias

Entre as mercadorias com maior movimentação está o minério de ferro, com 87,5 milhões de toneladas. Os contêineres foram a terceira carga mais movimentada com 26,4 milhões de toneladas e crescimento de 11,5%, com expansão de 14% nas importações e de 9,7% nas exportações. Outros produtos que merecem destaque são o milho, com 3,7 milhões de toneladas movimentadas e aumento de 88,2%, e a soja, com 24,2 milhões de toneladas e aumento de 5,1%.

 

Com relação ao Porto de Santos, foram movimentados no período 25,1 milhões de toneladas de cargas brutas, com destaque para o milho, com crescimento de 192,3%, pasta de celulose (74,1%) e contêineres (14,5%). No agregado, o Porto de Santos teve participação de mercado de 29,9% quando comparado aos demais portos públicos.

 

Houve um aumento de 17,7% na movimentação de contêineres do Porto de Santos, 8% em Paranaguá e 3,6% no Porto de Rio Grande. Os terminais privados registraram, somados, aumento de 5% na movimentação desse perfil de carga.


Mais lidas


Trabalhar no Porto de Santos é o sonho de muitos estudantes e profissionais. Oportunidades não faltam! Afinal, são várias empresas que atuam nos quase 8 milhões de m² do maior porto da América Latina.   Com toda essa estrutura, logística e evolução tecnológica, as empresas vêm exigindo cada vez mais profissionais altamente qualificados e capacitados. […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais