SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Operações   /   Codesp retira obstáculo encontrado no canal de navegação

Codesp retira obstáculo encontrado no canal de navegação


Fonte: A Tribuna (24 de maio de 2018 )

Uma equipe de mergulhadores removeu, na tarde desta terça-feira (23), um obstáculo encontrado no canal de navegação do Porto de Santos, O objeto, segundo a Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), é uma carcaça de equipamento e estava submerso na direção do Armazém 32, no Macuco.

 

De acordo com a Autoridade Portuária, o obstáculo foi detectado na última batimetria (levantamento de profundidade) realizado no canal de navegação. A princípio, ele não oferecia risco à navegação.

 

 Em inspeção realizada na tarde dessa terça-feira (22), os mergulhadores confirmaram a existência do objeto, localizado a 60 metros do cais e uma profundidade de 14,6 metros. Segundo a Docas, a presença do obstáculo diminuía o limite do calado operacional no canal de navegação.
Naquela região, navios com até 13,6 metros de calado (distância vertical da parte do casco que permanece submersa) estão autorizados a trafegar. Na maré alta, os cargueiros podem navegar com até 14,6 metros de calado.
“Durante a operação de mergulho de inspeção, o objeto foi localizado e retirado. Tratava-se de uma carcaça de equipamento mecânico. Na sequência, a Codesp realizou uma nova campanha batimétrica, constatando a retirada”, destacou a Autoridade Portuária, em nota.
Para evitar interferências hidrodinâmicas e, principalmente, riscos aos mergulhadores, a navegação no Porto foi interditada entre as 14 e 17 horas. Mas foram necessários poucos minutos para a remoção do objeto.
Segundo a Docas, o canal de navegação foi reaberto às 14h45, quando o setor de Segurança à Navegação da Capitania dos Portos de São Paulo e a Praticagem de São Paulo foram informados sobre o fim da operação.

Mais lidas


    A desestatização do Porto de Santos deve ser concluída até o fim de 2022, de acordo com o secretário nacional de Portos e Transportes Aquaviários no Ministério da Infraestrutura, Diogo Piloni, durante o III Congresso de Direito Marítimo e Portuário. De acordo com ele, a consulta pública deve ser aberta até o fim […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais