SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   Antaq debate mudanças em regras de exploração

Antaq debate mudanças em regras de exploração


Fonte: A Tribuna (27 de dezembro de 2017 )

A proposta de mudança nas regras para a exploração de portos organizados e instalações portuárias privadas foi debatida pela diretoria da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), com empresários e especialistas do setor, na tarde desta quarta-feira (20), em uma audiência pública na sede do órgão regulador, em Brasília.

O evento tratou da revisão da norma anexa à Resolução nº 3.290-Antaq, de 13 de fevereiro de 2014, que dispõe sobre “a autorização para a construção e exploração de terminal de uso privado, de estação de transbordo de carga, de instalação portuária pública de pequeno porte e de instalação portuária de turismo”. O texto terá de ser alterado para se adequar às exigências do Decreto nº 9.048/2017 – o denominado Decreto dos Portos, publicado em maio deste ano e que reduziu a burocracia no setor.

Entre as modificações propostas pela Antaq para a Resolução nº 3.290, está a unificação de fases nos processos de concessão – com as documentações inicial e complementar dos interessados em arrendar o terminal em questão sendo apresentadas já no requerimento de outorga de autorização.

A proposta da Antaq pode ser conferida no endereço: web.antaq.gov.br/SISAP/Portal/ManterAvisoAudiencia/ConsultarAvisoAudienciaPublicada.aspx. Comentários e contribuições para essa mudança podem ser apresentadas até as 23h59 do próximo dia 29, exclusivamente pelo formulário eletrônico disponível no site www.antaq.gov.br.


Mais lidas


Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais