SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Dragagem   /   Dragagem de Santos: prejuízo de R$ 100 milhões por semana

Dragagem de Santos: prejuízo de R$ 100 milhões por semana


Fonte: Agência iNFRA (25 de julho de 2017 )

O prejuízo semanal das empresas que operam no Porto de Santos com o assoreamento dos canais pode chegar a R$ 100 milhões por semana. O presidente do presidente da Federação Nacional dos Operadores Portuários (FENOP), Sérgio Aquino, explica que o porto de Santos, devido às suas características de porto de estuário, precisa ser dragado continuamente para a retirada dos sedimentos que se depositam no canal de acesso. Mas hoje o serviço é eventual. Com o calado mais baixo, como os atuais 12,6 metros, os navios ficam impedidos de entrar e sair totalmente carregados. O ideal para o porto seria um calado 14,5 metros e uma profundidade do canal de 15,4 metros.

Na último sexta-feira (21), entidades portuárias que representam os usuários do porto de Santos anunciaram que querem transferir a gestão da dragagem para a iniciativa privada, utilizando para isso recursos que são pagos para a Codesp (Companhia Docas de São Paulo). A ideia é criar um consórcio de empresas composto por arrendatários, operadores portuários e terminais. Essa nova empresa será a responsável pela realização da dragagem, batimetria e balizamento do canal de acesso porto santista.

Uma medida provisória (MP) com os detalhes da operação está sendo elaborada e, assim que o texto for finalizado, será apresentada ao governo. O pagamento dos serviços, pela ideia inicial, seria feito com percentual da tarifa portuária recebida pela Codesp.


Mais lidas


Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

  O município de Balneário Barra do Sul, no litoral norte de Santa Catarina, poderá ganhar um empreendimento portuário vinculado a um complexo empresarial e de serviços. O empreendimento projetado – por ora é só isso, uma intenção – é denominado “Super porto BBS”. Dizem os investidores potenciais que o negócio poderá ocupar área de […]

Leia Mais