SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Operações   /   Ressaca no cais santista causa prejuízo a empresas

Ressaca no cais santista causa prejuízo a empresas


Fonte: A Tribuna (20 de julho de 2017 )

A interrupção do tráfego marítimo pela Capitania dos Portos de São Paulo (CPSP) por pouco mais de 10 horas, na última terça-feira (18), prejudicou a movimentação no Porto de Santos e gerou prejuízos ao setor.

A medida, tomada por questões de segurança de navegação devido à ressaca, que provocou ondas superiores a 3,7 metros, fez com que 11 navios aguardassem para sair e outros 16 esperassem para deixar o complexo portuário. Após a liberação, que ocorreu às 18h30, o fluxo foi normalizado, o que não interferiu na programação desta quarta-feira (19).

Mesmo com a navegação retomada no mesmo dia, o setor calcula as perdas. Para cada dia parado, cada navio, dependendo do tipo, tem prejuízos entre US$ 10 mil e US$ 75 mil. “O cenário que era ruim, agora ficou pior, pois a ressaca traz sedimentos e causa mais assoreamento”, afirma José Rose, diretor do Sindicato dos Agentes de Navegação do Estado de São Paulo (Sindamar).


Mais lidas


Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.   Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes […]

Leia Mais

  O município de Balneário Barra do Sul, no litoral norte de Santa Catarina, poderá ganhar um empreendimento portuário vinculado a um complexo empresarial e de serviços. O empreendimento projetado – por ora é só isso, uma intenção – é denominado “Super porto BBS”. Dizem os investidores potenciais que o negócio poderá ocupar área de […]

Leia Mais