SOPESP NOTÍCIAS

Home   /   Infraestrutura e Investimentos   /   Taxa de juro do BNDES pode travar investimentos, diz pesquisador

Taxa de juro do BNDES pode travar investimentos, diz pesquisador


Fonte: Folha de S. Paulo (17 de julho de 2017 )

De acordo com informações do site Folha de S. Paulo,  o debate sobre o BNDES é superficial, e a mudança nos juros do banco pode comprometer a capacidade de financiar investimentos de longo prazo quando a economia se recuperar, afirma José Roberto Afonso, pesquisador do Ibre/FGV e funcionário aposentado do banco.

Com a nova TLP, os novos tomadores pagarão mais pelos excessos dos que usaram a taxa muito baixa.

Isso já ocorreu no PSI (programa de sustentação do investimento), que chegou a ter juros reais negativos. Caminhões e ônibus chegaram a responder por quase a metade dos desembolsos, em detrimento de máquinas, equipamentos e itens de inovação tecnológica.

Outra fonte de críticas é a provável devolução antecipada de recursos para o Tesouro. O governo injetou mais de R$ 400 bilhões no banco até 2014 e já retomou R$ 130 bilhões. Com recursos excedentes em caixa, que segundo estimativas podem chegar a R$ 200 bilhões ao fim deste ano, há perspectiva de o Tesouro pedir mais dinheiro de volta.

Para Afonso, isso pode descapitalizar o banco, especialmente se for exigido que ele pague por algo que ainda não recebeu de volta, os empréstimos voltam aos poucos.

Outro ponto importante, diz ele, é que o BNDES concentra todas as críticas, mas ele não opera sozinho.


Mais lidas


Celebramos hoje (12) o Dia Internacional da Enfermagem, data escolhida em homenagem ao aniversário de Florence Nightingale, considerada a pioneira da enfermagem moderna.   Para quem não sabe, a profissão tem origem milenar e data da época em que ser enfermeiro era uma referência a quem cuidava, protegia e nutria pessoas convalescentes, idosos e deficientes. […]

Leia Mais

Os assistidos pelo Instituto Portus de Seguridade Social, o fundo de pensão dos portuários, obtiveram importante vitória na Justiça. O juiz José Alonso Beltrame Júnior, da 10ª Vara Cível de Santos, concedeu liminar em que determina a suspensão do aumento na contribuição dos participantes da ativa e aposentados.   A ação civil pública foi promovida […]

Leia Mais

Por causa da curvatura da Terra, a distância na qual um navio pode ser visto no horizonte depende da altura do observador.   Para um observador no chão com o nível dos olhos em h = 7 pés (2 m), o horizonte está a uma distância de 5,5 km (3 milhas), cada milha marítima igual a 1.852 […]

Leia Mais